Seguidores

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

SEQUESTRO RELÂMPAGO

Quando agente pensa que a vida já nos pregou todas as peças, vem o destino e traça mais uma.
SEQUESTRO RELÂMPAGO
Este texto não era para ser colocado aqui, mas justifica a minha ausência
Estamos cansados de saber e de ler sobre as maldades que acontecem no mundo, e ficamos estarrecidos com a capacidade que o ser humano tem em engendrar atos maléficos e hediondos. Também estamos cansados de saber, que devemos ser solidários com o próximo, menos materialista e mais espiritualista , enfim humanizar-se. É um dever cristão ajudar e orientar e sendo estas, pessoas de idade, então é um dever sagrado. Mas, por causa dessa minha mania de ter o coração aberto, saber ouvir e querer ajudar, eu fui vitima de um seqüestro relâmpago em meados de janeiro e fiquei durante quatro horas nas mãos de golpistas, que só me soltaram depois que conseguiram retirar todas as minhas economias do banco.
Foi tudo muito rápido...Eram dez horas da manhã e eu estava voltando da academia ( esportes) quando parei para dar informações a uma senhora que estava a procura de apartamento nas redondezas. Neste momento surge minha filha e também conversa com a referida senhora. De repente, para um carro e dele desce um rapaz que ela diz ser seu sobrinho. Bem apessoado e ela também, muito distinta e simpática. A Evelyn segue seu caminho e eu ia me despedir, quando então, surge a arma nas mãos do rapaz e este em questão de segundos me empurra para dentro do carro, enquanto a senhora entra rápido pela frente onde já havia outra mulher na direção. E o carro dispara e eu gelei, nem deu tempo de gritar.... o pânico tomou conta de mim....
Então o rapaz guardou a arma e disse:--Senhora, não vamos lhe fazer mal, queremos o seu dinheiro...Pegaram minha bolsa e por azar, eu que nem sempre levo a carteira para a academia, aquele dia estava com ela e todos os cartões. E ai f oi um inferno, me levaram para caixas eletrônicos, boca do caixa, e até em lotéricas no fim do mundo. E ai vocês estão pensando porque eu não gritei e chamei a atenção dos guardas. Mas eu estava completamente nas mãos deles, eles sabiam onde a Evelyn estava e usaram-na para me coagir. Diziam que, se qualquer coisa desse errado, o rapaz ( que ficava sempre fora, enquanto a senhora entrava comigo no banco e a outra ficava de sobreaviso no carro) iria atrás da Evelyn e ninguém se responsabilizaria pelo que acontecesse com ela. Então, o medo tomou conta de mim e eu fui retirando o dinheiro e passando para as mãos deles. Numa determinada hora, parecia que eu ia sufocar, ai eles pararam o carro e me deram água, que por certo continha algum calmante pois senti-me relaxar. A partir daí, o dinheiro que eu tinha passou a ser só papel, eu queria preservar a minha vida e a da Evelyn, e aqueles filhos da mãe estavam agindo de cara limpa.
Quando me soltaram perto de casa e eu nem sei como cheguei, pois estava atordoada e tremia demais. A Evelyn, já preocupada com a minha demora tinha ligado para meu filho e fomos fazer o BO. Percorremos quase todo o trajeto feito pelos golpistas, mas eles não pararam em nenhum lugar onde houvesse câmeras. No outro dia, o investigador da policia ligou para que eu comparecesse na delegacia dar mais detalhes e fazer um retrato falado do trio de golpistas. Mas acontece que eu não fui, estava traumatizada, o medo era tanto que passei duas semanas sem sair de casa. E também pensei: - de que adianta, esse pessoal quando é preso num dia, já é solto no outro- Não se pode confiar mais em nenhuma autoridade, todo o sistema esta corrompido. E lembrei bem do que o cara disse: --Senhora, agora vá e esqueça!!!E eu estou tentando esquecer e dou infinitas graças à Deus por estar viva, mas um dia alguém dará uma rasteira nessa velha golpista, ora se não!!!
Doroni Hilgenberg

18 comentários:

Zeus disse...

Lamento pelo ocorrido cara amiga
Sei que deve ficar um trauma pelo resto de sua vida e que nada que falar aqui vai apagar de sua memória este triste ocorrido.
Tudo o que posso fazer é te desejar boa sorte e dizer que vc não se deve deixar abater,pois sabemos que a nossa lei é falha,violenta e injusta,mas existe Um que não dorme.

Um beijo grande no core e felicidades...

Doroni Hilgenberg disse...

Obrigada Zeus.
Estou me refazendo sim, e estou convicta de que certas coisas
a contecem para a gente abrir os olhs. Eu não vejo maldade nas pessoas e a partir de agora ficarei mais atenta. As vezes
Deus escreve certo por linhas tortas.
bjs

Graça Pereira disse...

Doroni, minha querida
As estrelas não deixaram de brilhar para ti...Primeiro, graças pela vida e depois...ha´sempre um dia que esta gente paga. A justiça divina tarda, mas não falha.
Levanta o ânimo e segue o teu caminho.
Pensa que foi tudo um pesadelo...
Um beijo amigo
Graça

Doroni Hilgenberg disse...

Obrigada Graça.
É verdade, as estrelas jamais deixaram de brilhar para mim. Estou convicta disso...
e dou Graças ao bom Deus por estar viva.
bjs

AFRICA EM POESIA disse...

DORONI

Espero que recupere a 100% A vida ás vezes é bem complicada...e estes momentos devem ser de pânico total

O sorriso é como o Amor ...tem que estar sempre
Um beijo


SORRISO LINDO


Sorriso lindo...
Sorriso belo...
É alegria dos grandes...
É o sorriso dos meninos...
Que são netos...
É o sorriso...
Dos que seguem...
O seu caminho...
E têm o sorriso...
Mais lindo...
Do mundo!...

LILI LARANJO

Cadinho RoCo disse...

Mas é preciso reagir sim, ir à delegacia, se expor às perguntas para o tal retrato falado, contribuir para que isso tenha um fim, porque são dessas atitudes de recuo é que o crime cresce, aumenta e fica cada vez mais violento. E não pense que está à salva de outro golpe semelhante, porque não é assim que acontece.
Cadinho RoCo

Doroni Hilgenberg disse...

Cadinho

Concordo, falar é facil...
mas quando passamos por isso, é que sentimos o verdadeiro valor
da vida, e vemos que se reagirmos podemos acarretar situações perigosas para nós. Uma conhecida reagiu e deixaram-na quase morta numa estrada deserta... Não fui fazer o retrato falado e nem procurei a câmera da caixa economica, (que por certo tinha filmado a mulher) por medo de que um comparsa voltasse e fizesse mal a mim ou minha filha. O Sistema esta todo corrompido, qualquer advogado viola todas as leis, e consegue soltar um bandido em concluio com delegados e juizes sem carater.
estamos perdidos.

bjs

Graça disse...

Doroni, querida, estou impressionada com o teu relato. Viver uma experiência dessas na primeira pessoa, deve ser difícil de esquecer sim. Mas estás aqui, e isso é o mais importante.


Beijo imenso de carinho.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Estou preocupada com o teu silêncio.
Vim saber como estás de saúde e disposição. Espero que o mau tempo já tenha ficado para trás.
Um beijo amigo
Graça

DIABINHOSFORA disse...

Olá Doroni

Que coisa mais triste! É impressionante o teu relato. Não vou aqui dizer se devias ou não ter agido de forma diferente. Cada um faz o que é capaz de fazer e deve respeitar-se a sua forma de agir. Antes de mais, o importante é que saiste disso com vida, agora tenta esquecer...porque o dinheiro é muito menos importante que tu.
E tens razaão quando dizes que já não se pode confiar no sistema, pois está corrompido. É um facto, por vezes não vale a pena arriscar.
Resta-me enviar-te um grande beijinho e desejar-te um rápido restabelecimento.

Gookz disse...

eu não sei o que dizer, então sinto muito!!!
abraços

O LOBO de....POTT disse...

Pois é minha amiga,o mundo é assim.
Por essa razão o olho de forma pouco romantica.De forma mordaz mas verdadeira.
Um bj pra vc.

Peixes em peixes disse...

Boa tarde Doroni,

li seu recado no overmundo, no texto Tear de Pente liço, obrigado. Quando tentei chegar no seu blog atravês dos endereços que você pôs não conseguí, tive que digitar novamente, talvez você tenha que dar um espaço neles, são três se não me engano...

Abraços, Feliz Pascóa.

Alexandre Heberte.

celina vasques disse...

Doroni somente hoje, 02 de abril de 2010, soube do que aconteceu contigo, e lmento demais!
Tu sabes que eu também passei por um episódio não igual, mas tão traumatizante também que foram os assaltantes arm,ados em minha casa!
Só te digo uma coisa: Precisas ter muito cuidado com pessoas que estão em volta, não sabemos quais as intenções, nem quem são! Às vezes já que disseste tratarem-se de pessoas bem vestidas e motorizadas, "ninguém conhece ninguém" e todo cuidado é pouco!
Precisamos deixar de nos expor pois como poetas, temos uma exposição muito grande. Devemos ter cuidado com Orkut obnde estão nossas fotos etc..os caras que assaltaram minha casa planejaram tudo a partir do Orkut pois eles também tem Orkut no entanto são bandidos!
Devias fazer o retrato falado na Policia para que outras pessoas possam livrar-se de sequestros como estes...
Aqui fica meus sentimentos profundos de solidariedade e cuidado!
Um grande beijo e recupere-se!

DIABINHOSFORA disse...

Olá Doroni

ESpero que já esteja bem melhor e restabelecida do que aconteceu.

Beijinho

João Ferreira disse...

Querida amiga,

Já fazia um tempo que não vinha aqui, e, para meu espanto e tristeza dou de cara com esse seu desabafo, sinto muito, pelo que passou. Mas dou graças ao bom Deus por sua vida e de sua filha, pois sei que foi ele que vos guardou.
Sei bem o que você passou, pois sou ciclista e tenho uma bicicleta muito cara e vivo sofrendo sustos de pessoas que querem rouba-la, é só Deus para me guardar.
Dinheiro nós ganhamos outro, mas o duro mesmo é ter nossa dignidade roubada, pois é uma afronta sabermos que nossas autoridades não fazem nada para nos proteger. Que pena!
Espero que se refaça em breve do susto, e, que Deus lhe dê forças para refazer suas economias.

Abraço,

João

BLOG DO PROFEX disse...

A crise de pânico tem um retardo.Acho que é uma defesa interior. Assim vc pôde trocar o "papel" pela sua vida. E é isso mesmo. O que vai representar o dinheiro na vida desses calhordas? Sem futuro!...
Um abraço fraterno, menina.

"Antonio" disse...

Muito Lindo o seu blog gostei muito e estou te acompanhando
espero sua visita para deixar um comentário e me dizer o que precisa
melhorar para dispor aos amigos abraços e fique com Deus contato
am.matioli@gmail.com