Seguidores

domingo, 16 de agosto de 2009

THE END


THE END


Acabou-se
como aqueles filmes tristes
tantas vezes assistido
Acabou-se
como acaba um lindo sonho
sem ter mais porque sonhar
Acabou-se
como aquelas longas noites
de esperança adormecida
Acabou-se
como acaba um grande amor
deixando vida em cada canto.

Que loucura!
Tua toalha no banheiro
faz lembrar tanto prazer
nos lençóis o teu perfume
me embriaga e me enlouquece.

Que loucura!
Teu retrato na estante
se ilumina e me sorri
no barzinho o teu Whisky
é um convite a te esquecer.

Que loucura!
Tua cadeira na varanda
me embala e me entristece
e a lua em plenilúnio
não conforta a solidão.

Ah... que loucura!
se meu amor não acaba
não consigo te esquecer
e nesta noite solitária
sinto vontade de morrer!


Doroni Hilgenberg

24 comentários:

AFRICA EM POESIA disse...

Doroni

è sempre bom saber que a amizade e o Amor andam Juntos...



um beijo


O poema do blog é lindo

NDORETTO disse...

Muito bom ter sido lida por você.
Vamos seguir seu blog também!

Abraços

Neusa Doretto
http://sinceridadebrutal.blogspot.com/

http://poemacurta-metragem.blogspot.com/

lidia disse...

Belo poema,Doroni!


Bjos...

Maria Ribeiro disse...

LINDO QUE ESTÁ TEU BLOG,
MINHA QUERIDA!LINDO POEMA! DÊ por onde der, tudo vai ter ao amor... amor pelo Amor, amor pelo circundante, amor por tugggdo o que nos engrandece!
Beijito de lusibero

AC Rangel disse...

Poesia triste, como a dor da separação. Pequenas coisas, pequenas lembranças que ferem. Bela poesia.

SAM disse...

Gostei muito Doroni! Li de um fôlego só.

Beijos e linda semana

Lídia Borges disse...

Há relações que se entranham de tal forma que tudo em volta se estranha quando terminam.


Obrigada!


Um beijo

Carlos Gonçalves disse...

Doroni, passaste pelo meu blog, vim conhecer o teu, descobrir-te, ler-te através da poesia...
Este teu 'the end', não é, obviamente, o fim, é apenas o término dum amor que não era uma conjugação de corpos e almas, era um amor desesperançado, senão não teria fim...
Amanhã, vais encontrar um novo amor, uma nova paixão, dessas paixões que, eu por hábito digo, me fazem ver estrelas numa tarde de sol e tu és uma estrela Doroni!

Um beijo.

Carlos Gonçalves

João Ferreira disse...

Amiga Doroni,

Seu poema mistura beleza e tristeza, amor e saudades. É, que pena que na vida tudo passa, entretanto, a memória de quem somos permanece. The end

Abraço,

do seu servo,

João

Doroni Hilgenberg disse...

Amigos,
Obrigada pelos comentários carinhosos e gratificantes.
Na verdade esse poema foi feito há uns 3 anos atrás quando eu estava passando por momentos difíceis. Mas a poesia funciona como uma válvula de escape, e com o tempo, tudo passa...
Bjs e abraços a todos

celina vasques disse...

Amiga que vers mais lindos!
Belissimos!!!
De alguém que tem a alma deveras sensivel, poética e muito apaixonada!

Parabéns pelo talento!

beijos meus!

de farias disse...

O fim?... Maravilhosa musicalidade e construção, sempre sobra resquicios de um amor no coração amante.

Parabéns!

Maria Ribeiro disse...

DORONI:o que não tem vida, nem "pernas para andar" é melhor que acabe... Creia-me ,amiga, já passei por muito...
BEIJO DE LUSIBERO

O Profeta disse...

Não me queres dizer onde mora o teu sorriso
Ausente do incontido abraço
Ausente das palavras felizes
Envolto em nuvem escura no espaço

Não me queres dizer o rumo
Que leva ao teu terno coração
Não me queres abrir as portas
Da cor vibrante da paixão?


Bom fim de semana



Doce beijo

Helen De Rose disse...

Olá Doroni, estou aqui visitando seu blog e já me tornei sua seguidora. Gostei muito do seu estilo poético, voltarei outras vezes para ler seus poemas. Bastante sucesso pra vc! Helen De Rose.

Luiz Clédio Monteiro disse...

Embora a escolha seja pessoal, assim mesmo devemos aconselhar o sofredor a experimentar como alternativa a amizade e o amor a Deus e ao proximo, pelo que Jesus foi capaz de fazer em nosso lugar.
vou seguir seu blog. visete o meu. abraço. luiz

Wilson Correia disse...

Curioso o sentimento de amor... a exterioridade não sufoca o que vem de dentro... por isso as outras vias... belo texto, Doroni. Uma linda noite...

. disse...

André Agui.
Sentimento poético forte! Gostei muito desse verso! Voltarei!

Bjs

Laguardia disse...

Off Topic

Em conjunto com o Blog o Mundo by Thaís, estamos lançando uma campanha de protesto virtual para o período de 07 a 20 de setembro.

Gostaríamos muito de contar com a sua participação e a dos seguidores de seu blog.

Esta é uma campanha de todos os brasileiros patriotas e não de um ou outro blog.

A campanha é de todos nós que queremos um país melhor para nossos filhos e netos.

Detalhes em http://omundobythais.blogspot.com/ ou http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/

Divulgue esta idéia.

O Brasil mais do que nunca precisa de você!

Doroni Hilgenberg disse...

Amigos & amigas
Agradeço a todos pelos comentários
maravilhosos e gratificantes

bjs e abraços todos

Pedro Luso de Carvalho disse...

Doroni,

Muito bom o seu poema. O que mais se pode falar de um belo poema?

Abraços,
Pedro.

††Fαℓℓєη Aηgєℓ†† disse...

Parabens pelo trabalho da senhora, fico feliz por ter encontrado este blog, é sempre bom e inspirador, ler poemas assim.

Almirante Águia disse...

Verdades e Desamores
Almirante Águia

Se ainda posso ser eu
Quem se foi
Quem perdeu.

No passo e repasso
Boto os pés
Em novos passos.

google disse...

Feliz Ano Novo Que 2010 seja de muita alegria e prosperidade em tudo o que merecer a sua atençao que a Paz de deus e de Seu Cristo Jesus abençoe o seu lar e seus familiares assim como seus amigos e parentes! Um abraço Sergio!