Seguidores

sexta-feira, 12 de junho de 2009

DESPEDIDA

Além dos sonhos...

DESPEDIDA


Se por acaso, meu amor
a mim voltasses
eu te diria - meu amor-
já não te quero!
porque feriste
minha alma sonhadora
porque pisaste
nos meus sonhos
de menina!



Doroni Hilgenberg 11-06-09

sobre a obra
" Não pise em meus sonhos, porque nele passeia minha alma"

15 comentários:

celina vasques disse...

Amiga Poeta! que lindo!
Belissimos versos de despedida de revolta de um grande amor ferido!

Parabéns!

beijos meus!

mochiaro disse...

Doroni

Uma análise , uma decisão , uma afirmação.
Isso demonstra uma maturidade na mulher dos tempos modernos.
Seu amor a si própria, sua liberdade assumida, sua felicidade.
um beijo
mochiaro

costacarvalho disse...

Muito doce, muito bonito, muito mesmo!
Uma alma sonhadora e sensível.

Luísa N. disse...

Olá, Doroni!

Lendo seu perfil, vi que realmente poesia e natureza andam juntas.

Um poema escrito a partir de uma leitura... Leitura que deve ter gerado emoções... Emoções que se transformaram em poesia!

Um carinhoso abraço!
Luísa

google disse...

Doroni aqui estou novamente entrando em ESTRELAS onde já fiz comentátios certa vez, é uma pagina muito especial, em Poesias e a disposiçao das mesmas. Abraços opoetadabaixada.

google disse...

DESCUIDOS LAMENTAVEIS

"Fale ao Motorista
Somente o indispensavel!"
Toda a atenção na pista,
Cabe ao condutor responsavel.

Ele tem em suas mãos,
Um Grande tewsouro em "Vidas!"
Além da própria,as demais,
Que circulam pelas Ruas e Avenidas.

Uma tentadora distração,
Pode causar uma grande confusão,
Seifando Almas valiosas,
Que estejam Tranzitando por ali ou não.
Dependendo da ocasião,
Quando um veiculo invede casas,
È tragedia que arraza,
Até grandes muros de contenção.

Num impacto tão forte,
Levando muita dor, e morte,
Enlutando Amigos e familiares,
Agredindo Sociedades e lares.

Mutilando, lotando Hospitais,
Um horror, tirando a paz,
De Cidaes inteiras,
Isso não é brincadeira,
Um descuido lamentavel,
Fale ao Motorista
somente o indispensavel!!!

VIVA JESUS!

15/06/09 Sérgio Caroli.

Click disse...

Francamente muito me agrada a leveza e a simplicidade dos teus versos. Eles têm força e serenidade guardadas na mesma gaveta!

Grabael disse...

Realistas poetas. Difícil de se encontrar hoje em dia.
;]

Doroni Hilgenberg disse...

Doroni Hilgenberg disse...
Amigos

Obrigada pela atenção e carinho dispensados ao poema e à poetisa...

Grab, tão realista que dói.
bjs

16 de Junho de 2009 07:57

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Doroni,

Quando acabei de ler esse seu poema, fiquei comovida com seu sonho de menina, mesmo sendo pisado por quem não entende nada de amor.

Lindo!

Amei saber que gostou do nosso selo. Você têm palavras que enfeitam a alma.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca


-

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo à maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão


Boa semana


Mágico beijo

☥•●נ∂αѕ●•☥ disse...

desculpa a invasão, mas esse poema é lindo demais!!!
não tenho palavras..

Doroni Hilgenberg disse...

Jefferson,

que é isso?
não esta invadindo nada
já que gosta de meus poemas,
é um prazer tê-lo por aqui também.
volte sempre!
bjs

mochiaro disse...

Doroni
Sem pedi permissão entro em seu adorável blog e deixo essa mensagem.
Ao ver uma folha caída no chão e o vento arrastando, perguntei a mim mesmo:
Aonde vai folha se ainda tens vida?

FOLHA MORTA...


FALAMOS DE VIDA E MORTE
ONDE HÁ VIDA PERSEGUE A MORTE
ONDE HÁ MORTE NASCE UMA VIDA

ASSIM NA CONTINUIDADE DE UMA CRIAÇÃO
ABSSORVEMOS EM NEGATIVIDADE A PALAVRA “MORTE”
E NOS PRENDEMOS NA “VIDA”
QUE EM MUITOS MOMENTOS ESTA EM “MORTE”

DIZIA Lavoisier, Antoine Laurent (1743-1794)
“NA NATUREZA NADA SE CRIA, NADA SE PERDE TUDO SE TRANSFORMA”
E, ASSIM A ESSÊNCIA É UMA TRANSFORMAÇÃO EM ENSAIOS DIÁRIOS
NA ESCOLA DA VIDA.

SOMOS OS ELEMENTOS DESSA TRANSFORMAÇÃO
SOMOS PIPETADOS EM GOTA A GOTA
SOMOS EQUILIBRADOS EM REAÇÕES
SOMOS PROPORCIONALMENTE UTEIS.

MAS ALGUNS SE PROPÕEM EM SEU EGOISMO
COLOCAR MAIS ELEMENTOS EM SUA MISTURA
E COM ISSO FICA MAIS INDIVIDUALIZADO
E ACHANDO-SE PORTENTOSO

OUTRO NUM SIMPLES ELEMENTO ESPERA
UM EQUILIBRIO FAVORÁVEL PARA FORMAÇÃO
DO ELEMENTO FINAL E IRREVERSÍVEL

ASSIM TEMOS O “HIDROGÊNIO” E O “OXIGENIO”
EM SUA COMBINAÇÃO DE H2 + O = H2O (ÁGUA)
QUE SE TRANSFORMA AO CALOR EM VAPOR
MAS VOLTA A AGUA ATRAVES DE CHUVA UM DOS ELEMENTOS DA TRANFORMAÇÃO

NUMA FOLHA QUE SE DESPRENDEU
NÃO EXISTE A MORTE E SIM UM MEIO
AO SE TRANSFORMAR EM ALIMENTOS PARA FERTILIZAÇÃO DO SOLO

A VIDA EM NÓS HUMANOS SOFRE ESSA TRANSFORMAÇÃO DIÁRIIAMENTE
E SEM PERCEBERMOS SOMOS MORTOS E VOLTAMOS A VIVER
EM FERTILIZAÇÃO DE OUTROS SERES

SOMOS AMADOS
SOMOS QUERIDOS
SOMOS DESEJADOS
SOMOS PRECISOS
SOMOS ÚTEIS

SOMOS AFASTADOS
SOMOS DESPREZADOS
SOMOS ESQUECIDOS
SOMOS SOLIDÃO
SOMOS A PERDA

MAS NUM TODO SOMOS A CONTINUAÇÃO DE UMA EXISTÊNCIA
E ASSIM COMO A FOLHA QUE SE DIZ MORTA
SEREMOS A VIDA NUM TODO MARCANTE
NA ESPERANÇA DE UNIÃO
ENTRE A “VIDA” E A “MORTE”

SOU VOCÊ EM VIDA
SOMOS A MORTE EM FERTILIZAÇÃO
SOMOS A CONTINUIDADE EM EXISTIRMOS

mochiaro

Doroni Hilgenberg disse...

Mochiaro

Seja sempre bem vindo

Sua "Folha Morta" extremamente filosófica, me fez pensar que somos um nada perante a morte
mas um tudo perante a vida, justamente por causa dessa transformação ou renovação.
bjs