Seguidores

domingo, 31 de maio de 2009

ANSEIOS


ANSEIOS

Nas andanças
que já fiz na minha vida
encontrei-te certo dia
em meu caminho
e sozinha me vi a suspirar
entre dias e noites
mal dormidas
pelo sonho que se fez
de incertezas

E nesta ilusão
em que me perco
já não sinto tua presença
que tão longe se encontra
e tão perto me confunde
desfazendo a minha crença
de te amar sem ter por quê...

Mas pelo tanto que te quis
não me arrependo
pelo tanto que te quero
já não busco
pelo tanto que te sonho
me perdôo...
porque metade de mim
é só saudade
e a outra metade é emoção!

E a sonhar
refaço a caminhada
que chorando
me proponho a te esquecer
porque metade de mim
é todo o mundo
e a outra metade é solidão!


Doroni – 28- 05-09

15 comentários:

IVANCEZAR disse...

Doroni:
ofereço o selo violeta que é premio e representa, segundo os seus criadores,"as sensações que a cor violeta
traz para a nossa mente". Ele é dado àqueles blogues que têm algumas das sensações da cor
violeta, a saber: magia, encantamento, graciosidade, magnetismo e tudo aquilo que parece
mágico. Espero que aprecie e dê continuidade, fazendo o mesmo com os blogs que vc considera assim
abraços.
Mais informações em
http://compulsaodiaria.blogspot.com/2009/06/premio-violeta-cor-da-cor-candido-seu.html
abraços
PS: para visualizar basta ir em meu blog

Doroni Hilgenberg disse...

Obrigada Ivan,

Agradeço-lhe comovida
vou passar para a frente sim.
bjs
Doroni

celina vasques disse...

Belissimo Poema querida amiga e poeta!

Beijos meus!

Click disse...

Mas que poema lindo, Doroni. Diz muito dessa nossa condição dividida, diferente de nós mesmos; desta nossa condição de ser um e o mesmo e ao mesmo tempo o outro e diferente. Lindo poema e ótima a reflexão que me causou.

Beijos!

Gleica disse...

Nossa que lindo isso. Gostei mesmo!

Ps: Obrigada pelo comentario no meu blog.

Beijos e volte mais vezes <3

Grabael disse...

Tem cara de nostalgia.
=)
Obrigado pelo comentário. É sempre bom ser interpretado por poetas.
beijo.
=D

Bernardo disse...

Obrigado pela visita ao Quintana Eterno. Tb adorei seu Blog, tb adorei seus poemas.
abraços

José Heitor Santiago disse...

Viver entre o mundo e a solidão!...
Belo!

Bom fim-de-semana!

Abraços poema,

jhs

O Profeta disse...

Mil caminhos
Esta viagem sem velas nem vento
Este barco na bolina das ondas
Esta chuva miúda transborda sentimento

Amarras prendem o gesto
Arrocham um coração que bate incerto
Uma gaivota retoca as penas com espuma
Levanta voo em rumo concreto

Partilha comigo “100 Anos de Ilusão”


Mágico beijo

Diacui Pataxó disse...

amei seu blog
só vi esse de carreirinha no intervalo do almoço enquanto vim em casa ver os filhos
vou publicar "anseios" no ágora pindorama, ok? não preciso dizer mais nada.
beijos

Doroni Hilgenberg disse...

Diacui,
eternamente agradecida pela sua visita e mais ainda pela edição de meu poema em seu Blog.
É uma honra.
Bjs

BAR DO BARDO disse...

olá, doroni!

mui delicado arroubo lírico-amoroso..

parabéns.

- henrique pimenta

Doroni Hilgenberg disse...

Obrigada amigos a presença de vocês é especial
bjs

Guilherme B.R. disse...

Não fique só Doroni...
posso por no meu blog?
Abraço.
Gbrnoticias.

Doroni Hilgenberg disse...

Guilherme,

É claro que vc pode por meu poema em seu Blog
Será um grande privilégio.
Bjs